Ricardo Vélez Rodríguez no Ministério da Educação

Ricardo Vélez Rodríguez no Ministério da Educação

2 de dezembro de 2018 0 Por Carlos Morais

Quando Jair Bolsonaro (PSL), indicou para o Ministério da Educação o professor e escritor Ricardo Vélez Rodríguez, o Brasil todo foi sacudido como nunca. O tremor foi mais intenso nas academias e nos institutos, principalmente nos departamentos onde a ideologia fala mais alto que a realidade e a verdade.
Se há um pesado e difícil fardo no Brasil, esse é o da esfera educacional. O futuro ministro da educação assumiu o complexo trabalho de mudar a educação nacional. Será um trabalho digno de Hercules, onde deverá realizar 12 grandes trabalhos para mudar a educação dessa nação que ocupa os piores indices do mundo.
Sem instrução (de qualidade) não há evolução do homem, muito menos progresso no IDH. Ou seja, sem uma boa base e formação acadêmica, o Brasil não vai sair dessa masmorra da burrice democrática, que a esquerda jogou e lutou para manter.
Como bem disse numa entrevista: “Eu acho que a doutrinação não é boa para o aluno, nos primeiros anos, no ensino básico, fundamental, tem que ser educado fundamentalmente para integrar-se na sua comunidade, no seu país, que é um país suprapartidário. Não é um partido político que vai fazer com que o menino, o jovem tenha consciência cidadã”.
Aquele que aguardar vai ver grandes cosias. Aguardem!